Alimentação ver todos

2013-02-22

Dieta Dissociada

A fórmula, que separa carboidratos de proteínas, é fácil e promete eliminar até 10 kg em um mês.

Emagrecer comendo de tudo um pouco. Isso existe sim!
Emagrecer comendo de tudo um pouco. Isso existe sim!

Para quem está há anos tentando emagrecer e já tentou de tudo - do cardápio que segue as fases da lua até o que libera apenas chás e sopas nas refeições-, só a ideia de começar um outro regime é capaz de fazer o estômago roncar, não é mesmo? A boa notícia é que uma dieta ainda pouco citada nas conversas de academia e clínicas de beleza promete mudar o significado dessa temida palavrinha de cinco letras que insiste em assombrar o universo feminino. Dessa vez, a recomendação não é cortar nutrientes do prato, mas separá-los para serem consumidos em determinadas horas do dia.


A dieta dissociada reacende a polêmica sobre não consumir massas, pães e arroz após as 18h. Além disso, recomenda não incluir ao mesmo tempo no prato esses carboidratos com as proteínas de origem animal (carnes e ovos). Na prática, macarrão à bolonhesa e arroz com bife, por exemplo, deveriam ser evitados. "Ao ingerir carboidratos junto com as proteínas, o organismo libera mais insulina, e este hormônio inibe a ação da lipase, enzima que queima a gordura",explica o endocrinologista João César Castro Soares.  Por isso, a separação favorece o emagrecimento.


Quanto ao melhor horário para consumir um ou outro tipo de nutriente, o médico leva em conta as necessidades do organismo. Pela manhã, de acordo com Soares, o corpo pede os carboidratos, porque precisa de energia. À noite nos preparamos para dormir, relaxar e enfrentar um período longo sem comer. "A proteína provoca maior sensação de saciedade, evitando os famosos assaltos à geladeira", garante.


Principais vantagens

De acordo com o endocrinologista, esse é o tipo de dieta que a pessoa consegue seguir pelo resto da vida, porque não faz restrição à qualquer tipo de nutriente. "Os alimentos são apenas separados, mas tudo o que o corpo precisa é consumido ao longo do dia", explica Soares.


Por isso, também não é contraindicada para crianças, gestantes nem idosos. Para o médico, essa dieta é mais saudável do que outras restritivas que existem, porque ajuda quem precisa a perder peso, sem provocar danos à saúde por causa do desequilíbrio nutricional. "Um regime que só permite carboidratos no prato, por exemplo, a médio e longo prazos, leva ao acúmulo de triglicérides no sangue. Já uma dieta só de proteínas pode provocar aumento de colesterol e ácido úrico", ressalta.


Segundo levantamento feito por um spa médico que há cinco anos adota a dieta dissociada, é possível uma redução mensal de até 10% do peso do paciente. Uma mulher de 56 anos, por exemplo, conseguiu perder 48 quilos em apenas cinco meses. De acordo com o médico Soares, ela apresentava, no início, problemas de artrose no joelho e muita dificuldade para andar, pois pesava 118 quilos - distribuídos em apenas 1,65m de altura.


"Após perder 10 quilos, com uma melhora na articulação do joelho, pôde iniciar outras atividades físicas, como hidroginástica e natação, sempre na água para ter menos impacto. Posteriormente, começou a fazer caminhadas e esteira e hoje continua com a dieta mesmo fora da clínica", comemora Soares.

 



Fonte:



2014-09-10

Obesidade infantil

Fatores que podem contribuir para o aume...
2014-02-14

Eliminar até 10kg em um mês

Conheça a Dieta Dissociada ...
2014-01-14

Bebidas que alimentam

...
2013-10-29

Alimentos X TPM

Existem alimentos que devem ser evitados...
2013-10-02

Saiba mais sobre a Dieta Dissociad

Emagrecer com saúde comendo de tudo ...
2013-08-05

Ver a dieta pelo lado positivo tor

Trocas inteligentes deixam a reeducaçã...
2013-06-18

Identifique os estímulos que te f

Diferenciar a fome e a vontade de comer ...
2013-05-29

De quem é a responsabilidade pela

Métodos milagrosos nem sempre garantem ...
2013-05-09

Você sabe comer bem mesmo com pre

Rotina agitada pode atrapalhar quem busc...
2013-03-27

Mitos e verdades do chocolate

Com a Páscoa chegando, fique atento a e...


ENQUETE

Você é a favor do projeto de lei que libera a venda e produção no Brasil de remédios para emagrecer, incluindo os inibidores de apetite anfetamínicos anfepramona, femproporex e mazindol, que tinham sido retirados do mercado pela Anvisa em 2011.

Sim

Não

Acho que demorou

Não sei opinar

DIÁRIOS - CONHEÇA HISTÓRIAS DE PESSOAS QUE CONSEGUIRAM O SEU OBJETIVO!!!

Os gêmeos da pesada
Juntos emagreceram mais de 100 quilos
No caminho certo
Emagrecendo com dieta e muito exercício

Copyright 2013 - Portal dos Gordinhos - Todos os direitos reservados


"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meremente informativo.
Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhemento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas